Tel:253 278 281 Tlm:96 53 56 636 Fax:253 213 958 Email:info@jovemcoop.com

Travessia do Norte - Etapa 2


Esta foi a primeira vez que visitei Vinhais.

No dia anterior tínhamos chegado cansados, com uma primeira etapa bastante difícil nas pernas, tendo encontrado, na hospitalidade dos habitantes, o conforto necessário para manter o ânimo.

O dia começou com os preparativos da jornada, não sabendo o que nos aguardava, logo havia que acautelar os mantimentos! Foi fácil encontrar um mini mercado aberto onde nos abastecemos e seguimos viagem.

Deixámos para trás uma bela povoação, muito bem cuidada, e tratada. O destino é a cidade de Chaves, esperam-nos 85km, a acrescentar aos 89km do dia anterior.

Os ciclistas, Armando, Eduardo, Flávio, Joaquim, Jorge e Portela, fazem-se ao caminho, divertindo-se nas descidas, esforçando- se a subir, cumprindo a rota traçada pelo GPS, passando quer pela montanha, quer pelos campos de cultivo, atravessando sempre as aldeias perdidas na natureza, onde se nota alguma desertificação, pelos sinais de abandono que algumas casas vão dando.

Invariavelmente, na entrada ou na saída das aldeias, sempre a uma distância relevante, ficam os cemitérios. Esta evidência fez-me pensar na mudança do pensar do povo, que há cerca de 150 anos fez um levantamento popular quando alguém pretendeu proibir os enterros dentro das igrejas.

Com estes pensamentos, Chaves foi- se aproximando, para encerrar uma etapa dura e longa, com muitas horas de bicicleta, das nove às vinte, hora a que chegamos a Chaves para o merecido banho.

Bem intalados no acolhedor Petrus Hotel, saímos para jantar ao restaurante, onde a proprietária nos serviu com muita qualidade e simpatia.

Joaquim Lopes em 30/05/2010