Tel:253 278 281 Tlm:96 53 56 636 Fax:253 213 958 Email:info@jovemcoop.com

Actividades


Y.Nature - Peregrinos com Pedalada

(Desporto)

Caminho Português da Costa - Santiago Compostela






"Diário do Minho" 03/08/2012






"Correio do Minho" 02/08/2012



A Jovemcoop e Braga 2012 organizaram uma iniciativa de cariz desportiva e cultural, inserida em ambiente natural. A nossa atividade visou levar até aos nossos vizinhos de Santiago de Compostela um bocadinho da força e determinação da juventude de Braga, hasteando a insígnia da JovemCoop e de Braga 2012.

Assim, em bicicletas todo-o-terreno, os membros da JovemCoop alcançaram Santiago de Compostela, percorrendo o Caminho Português pela Costa. O Grupo de Bikers da JovemCoop iniciou a 3 de agosto a atividade “Peregrinos com Pedalada”, tendo em vista alcançar a Catedral de Santiago de Compostela, num exercício de força espiritual e de destreza física, durante 3 dias, um total de 230 quilómetros.

O primeiro dia terminou em Mougás (Galiza), onde os sete participantes pernoitaram no albergue local, após percorrem cerca de 90 Km. No dia seguinte, os participantes fizeram, aproximadamente, 80 km e pararam para descanso na localidade de Pontevedra. No dia 05 os aventureiros chegaram ao seu destino, cumprindo o ritual de entrar na Catedral de Santiago, como forma de agradecer ao Santo a proteção nesta longa jornada.


VER AQUI AS FOTOS DESTA AVENTURA



Curiosidades: O Caminho Português da Costa é uma variante do Caminho Central, o trajeto mais utilizado por quem peregrinava até Santiago de Compostela. O seu traçado ganhou visibilidade durante e após o século XV, altura em que diversos factores contribuíram para aumentar a atratividade das zonas costeiras.

Tudo começou no século IX, com a presumível descoberta do túmulo do apóstolo Santiago na Galiza. Segundo a tradição medieval, o eremita Paio alertado por luzes noturnas, que se produziam no bosque de Libredão, avisou o bispo de Iria Flavia, Teodomiro, que descobriu os restos de Santiago Maior e de dois dos seus discípulos, no lugar onde posteriormente se erigiu Compostela, topónimo que associado a “Campus Stellae”, isto é “campo de estrelas”, ou mais provavelmente de Composita Tella, “terras bem ajeitadas”, eufemismo de cemitério.

A descoberta propiciou que Afonso II das Astúrias, fizesse uma peregrinação que anunciou no interior do seu reino e no exterior, a um novo lugar de peregrinação da cristandade num momento em que a importância de Roma decaíra e Jerusalém não era acessível por estar em poder dos muçulmanos.



voltar