Tel:253 278 281 Tlm:96 53 56 636 Fax:253 213 958 Email:info@jovemcoop.com

Notícias


Sete Fontes

O nosso património em risco

imagem: sete_fontes_22_jan_2009__colocacao_de_taipais_001.jpg Após várias notícias de que as obras para o novo Hospital de Braga iriam avançar, estas arrancaram no início de Janeiro com a vedação de uma área protegida.
A JovemCoop manifesta aqui a sua incredulidade pela forma como este processo se inicia.
Por motivos óbvios, somos completamente favoráveis à construção do Hospital de Braga, equipamento que a cidade já merece há muitos anos. Contudo, não podemos deixar de nos mostrar insatisfeitos com a forma como as obras iniciam, tendo em conta que existem muitas perguntas que ainda não obtiveram resposta.

VER AQUI DOCUMENTO

imagem: sete_fontes_22_jan_2009__colocacao_de_taipais_006.jpg
1 - Porque razão o Governo isentou esta obra dos procedimentos de Avaliação de Impacto Ambiental (AIA), sabendo que aquela zona é sensivel a vários níveis, por exemplo, fauna, flora, água e património?
2 - Porque razão o documento publicado em Diário da República afirma que o local tem bons acessos, quando isso é notariamente mentira e que terão de ser construídos?
3 - O documento diz que à falta de outro sítio aquele é o indicado. Parece-nos abusivo, tendo em conta que em Braga há mais e melhores sítios para implantar o Hospital.
4 - Desconhecemos, até à data, a posição oficial do IGESPAR e da Direcção Regional de Cultura/Norte, pois indagamos a possibilidade de haver estudos que permitam aferir um maior conhecimento cientifico daquela zona.
5 - Haverá lugar para monitorizações da qualidade da água e do impacto das obras sobre as galerias? A haver, como serão realizadas essas monitorizações???
6 - O que acontecerá àquele caminho que liga o Bairro das Sete Fontes ao Bairro da Alegria, tendo em conta que inexplicavelmente irá ficar dentro da propriedade do Hospital?
7 - Como se fará o acesso até à Mãe de Água do Dr. Amorim, que tem perto a Bica de água, onde acorrem muitas pessoas para lá se abastecer de água?

Este Sítio arqueológico e ambiental merece ser respeitado e protegido, devendo haver os melhores estudos que encontrem as melhores soluções para minimizar os impactos naquela área. Esperamos que o Governo de Portugal, o Ministério da Saúde, o Ministério da Cultura e o Município de Braga dêem o exemplo na condução desta obra.

Se nos quiser dar a sua opinião sobre esta obra ou sobre o Sítio das Sete Fontes, pode fazê-lo enviando um e-mail para :

info@jovemcoop.com



data: 10-7-2012

voltar